Nesta quarta-feira (29), o prefeito de Figueirão Rogério Rosalin (PSDB), se reuniu em Brasília com o Deputado Federal Elizeu Dionizio (PSDB). O prefeito conversou com o deputado para agilizar a liberação de R$ 370 mil junto ao Governo Federal para compra de um caminhão prancha, que vai dar condições para a prefeitura transportar máquinas e implementos agrícolas até os locais onde vão ser executados os serviços de manutenção de estradas, para atender melhor a área rural da cidade.

Com esta patrulha mecanizada, será possível fazer de forma constante a manutenção das estradas vicinais, o que vai facilitar o escoamento da produção agropecuária.

Rosalin vem se consolidando como um grande nome da política sul-mato-grossense, recentemente se encontrou duas vezes com o presidente Michel Temer (PMDB) em Brasília, está buscando um sonho para a cidade de Figueirão que é um abatedouro municipal, que irá gerar muitos empregos e valorizar a produção pecuária da região Norte do Estado.

Atualmente o prefeito de Figueirão ocupa o cargo de vice-presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) e representou a entidade na marcha dos prefeitos em Brasília neste mês de novembro, onde liderou os prefeitos de MS em busca de recursos para todos os 79 municípios do Estado.

Como Rosalin já está no segundo mandato de prefeito na cidade de Figueirão, populares de Camapuã se perguntam nas ruas, porquê ele não se candidata a prefeito já na próxima eleição do município, já que ele é um camapuanense e nunca escondeu seu amor pela cidade, para isto, Rogério teria que renunciar ao seu mandato de prefeito em Figueirão meses antes da próxima eleição, mas isto por enquanto é apenas especulação popular.

Fonte: Jornal do Estado